As plantas mais perigosas do planeta

 

No mundo existem incontáveis espécies de plantas, sendo vitais para a sobrevivência do planeta, já que toda a produção de oxigênio do mundo é proveniente da nossa vegetação. Algumas dessas plantas são usadas inclusive como medicamentos, já outras possuem partes ou a sua totalidade venenosas, sendo fatais para o homem. Por ano várias pessoas morrem pela ingestão de  plantas venenosas  de forma acidental. Algumas plantas são carnívoras e comem pequenos roedores e insetos, sendo fatais para outras espécies. Certas plantas venenosas são cultivadas em jardins, sendo preciso o máximo de cuidado com elas, sendo que algumas delas são:

Castor plant – Essa planta é considerada a mais venenosa do mundo, sendo usada muito frequentemente para decoração. Em 2007, o Guinness World Records citou a planta como a mais venenosa, depois de vários incidentes com crianças, que comeram as mamonas da planta sem saber que eram venenosas.

Suicide tree – Essa espécie apresenta dois tipos, e uma delas é a espécie indiana da região de Kerala e de algumas partes litorâneas, que possuem frutos com sementes extremamente venenosas. Se ingeridas acidentalmente, elas levam à morte e em autópsias, as toxinas venenosas não aparecem como a causadora desse óbito.

Western water hemlock – Encontrada na América do Norte, ela é a mais venenosa de toda essa parte do continente. Com um cheiro agradável, ela faz com que certos animais façam a sua ingestão, podendo levar a morte em até quinze minutos. Em pessoas o efeito começa com uma espuma nos lábios, passando para intensas convulsões, paralisação e insuficiência respiratória.

Oleandro (Oleander) – Essa planta é muito usada em jardins, sendo que na maioria dos casos a sua substância tóxica não leva à morte, mas em casos mais graves isso pode acontecer. Os seus sintomas são dores abdominais podendo vir acompanhado de sangramento, batimentos desiguais e convulsões, que podem ocasionar coma e morte.

Pitcher plant – Representante da família das plantas carnívoras, ela atrai os insetos graças ao seu corpo de várias cores. Quando eles pousam na borda lisa das folhas e escorregam, a planta produz alguns fluidos e enzimas que decompõem o inseto, sendo absorvido pela planta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *