Luiz Carlos Trabuco Cappi, do Bradesco, fala sobre o peso da reforma da Previdência

Em entrevista, o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, declarou que a reforma da Previdência é o tema de maior importância entre todas as reformas estruturais discutidas atualmente. De acordo com o executivo, é essencial que essa reforma seja aprovada para que o governo coloque em prática as suas medidas a médio prazo e permaneça fiel ao teto dos gastos públicos.

Aos jornalistas presentes na entrevista, o executivo disse acreditar que a reforma da Previdência seja aprovada antes das eleições presidenciais de 2018. Devido a diversos fatores, a reforma não pôde ser aprovada em 2017, mas de agora em diante, a aprovação depende diretamente do atual governo.

De acordo com Luiz Carlos Trabuco Cappi, uma possível não aprovação da previdência provaria um aumento insustentável nos custos do financiamento do Tesouro Nacional, tendo em vista que a situação fiscal do país já está se deteriorando há alguns anos. Desse modo, a aprovação é necessária para evitar problemas e conflitos no futuro.

O presidente executivo do banco Bradesco disse ainda que o crédito atualmente já demonstra uma tendência de tração, o que pode ser observado através do aumento da demanda com base no fluxo de propostas diárias. A linha de capital de giro, por exemplo, não apresentava nenhum crescimento há cerca de dois anos, tendo voltado a crescer no último trimestre do ano de 2017.

Para ele, as estimativas de juros a curto prazo demonstram que o ano de 2018 deverá ser positivo, mesmo com o fato de haverem as eleições presidenciais. Com as previsões econômicas já definidas, o executivo Luiz Carlos Trabuco Cappi chama a atenção para a incerteza acerca da questão fiscal, que devido a tendência de alta dos juros nos próximos anos, é um fator que precisa ser tratado com cuidado.

No cargo de presidente da instituição bancária desde 2009, o executivo trabalha na empresa há quase quatro décadas, tendo iniciado sua jornada no banco em 1969. Após conseguir seu diploma no curso de Filosofia da Universidade Estadual Paulista (UNESP), ele avançou de modo orgânico nos cargos hierárquicos do banco, tendo sido inclusive o presidente do segmento de seguros, por exemplo.

Nessa função de comando na área de seguros da empresa, Luiz Carlos Trabuco Cappi realizou um trabalho de grande reconhecimento. No período que permaneceu a frente desse cargo, o segmento de seguros chegou a representar cerca de 30% dos lucros totais da instituição, um índice surpreendente para os padrões da empresa.

A partir do ano de 2009, quando atingiu o cargo de comando máximo da empresa, Luiz Carlos Trabuco Cappi enfrentou diversos desafios no cargo, como todo o processo de aquisição das contas do HSBC no país, em 2015, o qual se tornou a maior fusão entre bancos já feita até os dias de hoje no país, envolvendo somas de mais de US$ 5,2 bilhões. Mais recentemente, o grande desafio enfrentado pelo executivo e o corpo de profissionais do banco é a digitalização dos serviços realizada em conjunto com diversas melhorias no atendimento e no ambiente das agências.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *