Lactalis irá retirar lote do leite em pó da Parmalat por risco de salmonela

A empresa responsável pela marca Parmalat, a multinacional francesa Lactalis, irá retirar de 83 países vários lotes do produto leite em pó. O motivo desta grande retirada é a suspeita de contaminação por salmonela, que vitimou uma grande quantidade de crianças na França.

“Há 83 países afetados, que estão sob o mesmo procedimento de retirada de produtos. Temos um gabinete de crise tanto para o exterior como para a França”, disse Emmanuel Besnier, diretor-executivo da multinacional, que falou sobre os casos ocorridos na França durante uma entrevista concedida ao Le Journal du Dimanche. Porém, o diretor não divulgou quais são os países afetados pelo lote de leite em pó contaminado com salmonela e distribuído pela Parmalat.

Já foram diagnosticados 35 bebês franceses com salmonela devido ao consumo do leite em pó. Logo que o problema foi detectado pelas autoridades de saúde pública francesa, a França passou a proibir o produto em todo o seu território desde o final de dezembro do ano passado, quando foram constatadas as fontes de contaminação por salmonela. Desde então, os bebês tiveram recuperação e estão estáveis.

Sendo considerada uma das marcas de leite em pó voltadas para o consumo de bebês mais consumidas em todo o mundo, a gigante Lactalis pode ter feito outras vítimas com este lote contaminado fora do território francês. Uma delas pode ser um bebê que vive na Espanha, que foi diagnosticado com gastroenterite e consome o leite em pó da marca. O outro caso foi detectado na Grécia e não tem confirmações oficiais se teve influências do leite em pó da marca Parmalat.

“Há denúncias contra nós, haverá uma investigação e nós colaboramos com tudo o que a Justiça nos pedir, ainda que nunca haverá risco zero nesta questão, como acontece em outras marcas e produtos industriais vendidos em todo o mundo”, explicou Besnier.

Fundada no ano de 1933, a empresa Lactalis acabou se tornando uma grande multinacional que atua no setor lácteo após uma fusão com a Parmalat, ocorrida em 2011. A multinacional também adquiriu as marcas Batavo, e Elegê aqui no Brasil, fusão ocorrida após grande negociação com a BRF.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *