Maior reservatório de água do Brasil sofre com a seca em ritmo acelerado

O reservatório Serra da Mesa, localizado em Goiás, é o maior da América Latina, capaz de armazenar um excepcional volume de água em seus 1.784 km² de extensão. No período de seu melhor funcionamento, chegou a comportar aproximadamente 54,4 bilhões de metros cúbicos de água, porém, em setembro de 2017, atingiu o nível mais baixo já registrado desde a sua criação, em 1998.

A preocupação se tornou constante a partir do final de 2012, quando o Brasil atravessou uma grave crise hídrica. Desde então, a escassez das chuvas tem trazido problemas para o reservatório, que está funcionando com apenas 9% do volume de água que é capaz de armazenar. O nível da água está 35 metros abaixo da cota máxima comportada pela represa e, a cada dia, cai entre quatro e cinco centímetros.

Além de comprometer o funcionamento de 7 hidrelétricas dependentes da água do reservatório, essa situação também afeta a economia da região. Pescadores locais passaram a criar tilápias como uma alternativa à pesca, uma vez que há menos peixes nos lagos devido à falta de oxigênio e ao aumento da temperatura na água. Um negócio que poderia salvar os pescadores, porém, se tornou um grande prejuízo em 2016. Toneladas de peixes morreram e a Cooperativa dos Piscicultores do Lago Serra da Mesa (Cooperpesca), composta por 33 pescadores, adquiriu uma dívida de de mais de R$ 300 mil.

O turismo também foi bastante afetado pela seca, que afastou os visitantes da região. O espaço de lazer conhecido como “Praia Generosa”, criada ao lado do Memorial Serra da Mesa, teve a maior parte dos seus bares fechada e quiosques e bares flutuantes estão atualmente distantes da água.

Com o alagamento da região para a construção da represa, uma ponte que ligava os municípios Uruaçu e Niquelândia desapareceu em meio às águas. Porém com a baixa do nível do reservatório, ela voltou a aparecer. Pescadores que antigamente pescavam acima da ponte, hoje conseguem atravessá-la a pé, com a água batendo nas canelas.

 

Prazo para pedir isenção na inscrição do vestibular da Unesp acaba dia 11 de setembro

Desde o dia 4 de setembro está aberto o prazo para que os interessados em uma vaga na Universidade Estadual Paulista (Unesp) peçam a isenção da taxa do vestibular que custa, integralmente, R$ 170. O período de solicitação do benefício se estende até o dia 11 do mesmo mês.

Os candidatos interessados na isenção devem preencher o formulário de inscrição, disponível na página do vestibular da Unesp – www.vunesp.com.br – e, de acordo com as orientações disponíveis no próprio site, enviar os documentos comprobatórios por meio digital (upload). A renda familiar mensal máxima para conseguir o benefício é R$ 1.405,50 por pessoa. O resultado da solicitação será divulgado no próximo dia 5 de outubro, na página da Vunesp. Os pedidos deferidos já significarão a efetivação da inscrição do solicitante.

Também está aberto o período para solicitação de redução de 50% do valor de R$ 170. Este benefício é para os candidatos matriculados no ensino médio ou em curso pré-vestibular e que recebam remuneração mensal inferior a dois salários mínimos ou que estejam desempregados. O prazo é o mesmo do pedido de isenção e também é necessário o envio de documentação comprobatória por meio digital. O resultado dos pedidos de redução será divulgado no dia 26 de setembro.

Ainda, a Unesp oferece redução de 75% no valor da inscrição para os cerca de 500 mil alunos matriculados no último ano do ensino médio da rede pública estadual paulista. Contudo, aqui, o período para cadastramento dos candidatos é o mesmo da inscrição de quem paga taxa integral – de 11 de setembro a 9 de outubro.

Confira o número de vagas

São oferecidas um total de 7.365 vagas em 173 cursos de 23 cidades para o Vestibular 2018 da Universidade Estadual Paulista – dessas, 50%, ou seja, 3.698 vagas, são destinadas ao Sistema de Reserva de Vagas para Educação Básica Pública. Este índice era de 45% no último exame, quando a porcentagem de ingressantes oriundos de escolas públicas foi de 52,6%.

As provas da primeira fase da seleção serão realizadas em 31 cidades de São Paulo e Também em Brasília (DF), Campo Grande (MS) e Uberlândia (MG), no dia 15 de novembro. No vestibular anterior, o total de inscritos foi de 102.230.

Novo aplicativo promete revolucionar o prognostico do câncer pancreático

Novo aplicativo pode revolucionar o combate ao câncer de pâncreas. Esse tipo da doença é dos que apresentam menor taxa de sobrevivência. Isso se deve ao problema de conseguir identifica-lo a tempo. Pois ainda não é possível faze-la de forma não invasiva. Com esse quadro, pesquisadores de uma universidade nos Estados Unidos trabalharam num aplicativo que pode detectar essa e outras doenças apenar com uma selfie.

De acordo com o engenheiro Paul Allen, principal responsável pelo projeto, o grande problema do câncer pancreático é que se for esperar para trata-lo quando ele apresentar sintomas, já é muito tarde. Ele explicou que se caso as pessoas puderem fazer o teste, em sua privacidade, ao menos uma vez por mês, elas conseguirão detectar a doença num estagio que é possível iniciar um tratamento que salve suas vidas.

O aplicativo, que será chamado de BillScreen, trabalha através de um algoritmo que analise as fotos tiradas pela câmera do celular, identificando o crescimento nos níveis de bilirrubina, um liquido amarelo que se encontra na bile. Em suma o aplicativo analisa a parte branca dos olhos. Uma elevação que é chamada de icterícia causa cor amarelada na pele, mucosas e na esclerótica, e é exatamente um dos indícios primários do câncer de pâncreas e outras doenças. O BillScreen é tem capacidade de identificar essas mudanças antes mesmo de serem visíveis a olhos humanos.

Testes

Foram realizados testes com 70 pessoas com suspeitas do câncer. O Aplicativo conseguiu em quase 90% dos casos, identificar corretamente as alterações, melhor que o resultado tradicional, que são testes de sangue. A ideia é que todos usem o aplicativo no dia a dia e caco o BillScreen apresente algo, procurar um médico para fazer um exame mais minucioso. Atualmente, os médicos não costumam pedir o exame de sangue sem a necessidade, pois é inconveniente que seja feito frequentemente.

Como funciona

Para o BillScreen funcionar plenamente, é necessário o uso de alguns acessórios e uma foto com flash. Um óculos feito de papel com quadriláteros de diversas cores para calibrar e uma caixa para impedir a claridade do ambiente. Dessa forma, o aplicativo consegue isolar apenas o branco dos olhos e consegue calcular as cores através das ondas luminosas refletidas e absorvidas. Em seguida ele realiza as comparações com o seu banco de dados.

O melhor de Londres para visitar em poucos dias

Image result for londres

A capital inglesa é uma das cidades mais cosmopolitas do mundo. É um local onde todo tipo de pessoas se cruzam por suas ruas, e os londrinos tratam bem todos os seus visitantes, que passeiam por seus palácios, monumentos, feiras e pelos seus famosos pubs à noite. Se a sua visita só vai durar alguns dias em Londres, é bom se organizar e visitar seus principais pontos turísticos.

O passeio pela cidade pode começar com uma caminhada pelo local, onde estão localizados alguns dos símbolos do país, que são o Palácio de Buckingham, a Abadia de Westminster e o Parlamento, onde fica a torre do Big Ben. É possível assistir a famosa troca da guarda de Buckingham, que acontece diariamente entre os meses de abril e julho, e entre os meses de agosto e março, são feitos em dias alternados, sempre às 11h30, com duração de quarenta minutos.

O Palácio de Westminster, que é o nome oficial do edifício do Parlamento, foi erguido na Idade Média e após um incêndio que o danificou quase completamente, ele foi reconstruído no século XIX. Existem visitas guiadas por dentro do prédio, em parte do ano elas somente acontecem aos sábados, e nas férias dos parlamentares, elas ocorrem diariamente.

A igreja mais famosa de Londres,  a Abadia de Westminster , foi cenário da coroação de monarcas britânicos, e também são encontrados mausoléus de pessoas importantes da história inglesa.

Outro local para visitar é a Trafalgar Square, onde são encontrados os edifícios da National Gallery e National Portrait Gallery. Na parte da noite, no Piccadilly Circus, os painéis publicitários acendem todos, impressionando todos os visitantes.

Outra região imperdível em Londres é Southbank, que fica

na margem sul do rio Tâmisa. Saindo da ponte de Westminster, seguindo pelo lado oposto do prédio do Parlamento, indo no sentido leste, são encontradas diversas atrações como a roda-gigante London Eye, o Aquário, a Tate Modern, o Shakespeare’s Globe Theatre e o British Film Institute.

Para ter uma vista linda da cidade, vale a pena enfrentar a fila da London Eye se o tempo estiver bom.

Outro local que não se pode deixar de visitar é a Tower Bridge, que é considerada a ponte mais linda de Londres. A Torre de Londres está localizada do outro lado do rio, e já foi um palácio, um local de execução, uma prisão, um abrigo de animais e atualmente, guarda as joias reais britânicas.

Em Nothing Hill, o famoso bairro londrino, existem feiras de antiguidades onde são também encontrados discos, acessórios, comida, roupas e vários souvenirs.

Outro local para um passeio é o Kensington Gardens e o Hyde Park, onde áreas verdes nos convidam para um passeio. A Serpentine Gallery, fica no meio do parque e o restaurante The Magazine que fica ao lado, possui um dos melhores chás da tarde da cidade.

 

Preservação do meio ambiente gera recursos para as cidades e descontos de IPTU para os cidadãos

Para as pessoas que colaboram com a preservação do meio ambiente, já existem descontos em impostos que podem ser requeridos por eles. Atualmente alguns dos impostos que são pagos pela população, estão sendo revertidos para que haja uma melhora na qualidade de vida.

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) tem uma porcentagem que é revertida para o meio ambiente. A cidade que cuida das suas áreas verdes, das suas nascentes, promove um descarte adequado do seu lixo, trata o seu esgoto e outras ações em prol do meio ambiente, estão recebendo uma parte do ICMS recolhido pelo estado.

Quanto maior for o esforço municipal em relação ao meio ambiente, maior irá ser o repasse do ICMS ecológico, podendo ficar entre 1% a 5%. Atualmente dezessete estados estão utilizando esse método de incentivo.

A partir da Constituição de 1988, que os estados começaram a fazer decretos sobre esse assunto. O Paraná foi o primeiro estado brasileiro, a adotar o ICMS ecológico. Depois foi a vez do estado de São Paulo, sendo seguido por vários outros.

No estado do Rio de Janeiro desde 2009, quando começou a adotar esse incentivo, foram verificadas 27 novas áreas verdes de preservação, com o tamanho de cerca de setenta mil campos de futebol.

A cada ano, os prefeitos procuram saber o que é preciso fazer para aumentar essas porcentagens recebidas, aumentando dessa forma, a preservação do meio ambiente das suas cidades.

No Rio de Janeiro, a cidade de Silva Jardim, que é considerada o pulmão do estado, ficou em primeiro lugar no ranking, reprimindo a atividade madeireira e também garantiu o abastecimento de água, da Região dos Lagos.

Os cidadãos que adotam alguma ação em prol do meio ambiente, também conseguem descontos em impostos, e não apenas os municípios. É o  IPTU verde , que está sendo adotado em algumas cidades. Esse desconto pode chegar em até 20% do total do imposto.

Na cidade de Lajeado (RS), foram cerca de 1.700 propriedades vistoriadas e quase todas obtiveram descontos, o que significa cerca de 2,5% da população da cidade.

Em São Paulo, na cidade de Guarulhos, o IPTU verde foi implantado e várias pessoas estão esperando que a fiscalização possa fazer uma visita, para definir qual o percentual de cada morador.

 

Hospital do Paranoá tem centro cirúrgico interditado devido a falta de médicos

Pacientes em estado grave serão redistribuídos em unidades da rede pública, e Secretaria da Saúde admite que houve falha e não há data estipulada para os atendimentos serem normalizados. Esta é a segunda vez em que o Conselho Regional de Medicina, CRM determina que o Hospital seja interditado em menos de um ano. Devido a falta de médicos anestesiologistas o serviço foi suspenso e atualmente apenas 14 profissionais fazem o trabalho do centro cirúrgico, sendo que a média deveria ser de 28 profissionais. A ortopedia é o pior setor da unidade, e os pacientes da emergência estão aguardando mais de 30 dias para realizarem cirurgias, segundo o levantamento do Sindicato dos Médicos, o SindMédico.

Os pacientes foram transferidos para outras unidades da rede pública pela Secretaria de Saúde e a pasta justificou que: “O problema afeta não só o Hospital do Paranoá, mas toda a rede pública. As tentativas de solucionar a carência têm se frustrado porque as vagas que foram abertas em concursos anteriores, tanto para cargos efetivos quanto para temporários, não foram preenchidas”. Não existe uma data estipulada para o problema ser solucionado e desde setembro de 2016 o Conselho vem monitorando a situação do Hospital.

Dez meses atrás foi solicitado a primeira interdição ética da unidade e a Secretaria de Saúde informou que está sendo organizado um novo concurso que será concluído em 2018. Segundo o SindMédico a ortopedia estava com 32 pacientes aguardando cirurgia de fraturas e procedimentos de emergência.

A Secretaria tentou impedir na interdição do Hospital nas duas últimas semanas, e a pasta teve o argumento junto ao Conselho que mesmo com a falta de profissionais, suspender os serviços seria mais prejudicial a população. A falta de fios cirúrgicos, luvas, antibióticos e exames de raio-X e tomografia também colaboraram na decisão.

Houve um remanejamento dos pacientes após o centro cirúrgico ter sido interditado e os pacientes com casos cirúrgicos na área da ortopedia foram para o Hospital Regional de Planaltina. Os casos de cirurgia geral foram para o Hospital de Sobradinho. Apesar da interdição, o Hospital continuará fazendo o atendimento cirúrgico nos casos de ginecologia e obstetrícia, exceto em casos de cirurgia de alto risco que os pacientes serão transferidos para o Hospital Universitário de Brasília e para a UPA de São Sebastião.

 

Luiz Carlos Trabuco e outros detalhes – a cidade de Marília, a FFLCH–USP e a FESPSP

O atual presidente do banco Bradesco é o executivo Luiz Carlos Trabuco, que desde 1999, já ocupava o cargo de vice-presidente da empresa bancária fundada por Amador Aguiar. Ainda, desde 2003, também acumulava o cargo de chefe da Bradesco Seguros. Por esses dois cargos ele ficou até 2009, quando assumiu a posição mais alta da instituição.

O executivo nasceu no dia 6 de outubro de 1951 em uma cidade que teve o nome inspirado pela obra de Tomás Antônio Gonzaga, “Marília de Dirceu” (1792). A cidade natal de Luiz Carlos Trabuco, Marília, também é a cidade de origem do banco de Amador Aguiar.

Fundada em 4 de abril de 1929, Marília fica localizada na região centro-oeste paulista – distante da Capital São Paulo 443 km por rodovia, 529 km por ferrovia e 376 km em linha reta. Ainda, o município é servido por duas rodovias estaduais e uma federal – a Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333), e a Transbrasiliana (BR-153).

Luiz Carlos Trabuco é formado em filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH–USP). A instituição atende cerca de dez mil alunos todos os anos e é a maior unidade da USP. História, Geografia, Ciências Sociais, Filosofia e Letras são, basicamente, os cinco cursos de graduação da FFLCH – que é considerada o principal centro de estudos em Humanidades Básicas no Brasil.

A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo conduz também projetos integrados com a comunidade externa da USP. Lá, acontecem, diariamente, palestras e discussões dos mais variados temas – com participação dos alunos e, em geral, abertas ao público. O objetivo da instituição de ensino é atender as áreas de ensino e pesquisa de forma integrada.  Cursos de difusão cultural, atualização, aperfeiçoamento e especialização de profissionais e público interessado; atividades resultantes de convênios e parcerias; e exames de proficiência em línguas, além de outros serviços e ações, também fazem parte da rotina da FFLCH.

Luiz Carlos Trabuco é, ainda, pós-graduado em sócio-psicologia na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). O objetivo dessa é a manutenção de escolas voltadas ao ensino e à pesquisa em nível superior. A Escola de Sociologia e Política de São Paulo, criada em 27 de maio de 1933, é o núcleo original da instituição.

Pioneira no ensino e na prática das modernas ciências sociais, a FESPSP incorporou, em 1940, o curso de Biblioteconomia e Documentação, mantido pela Prefeitura do Município de São Paulo desde a sua criação, em 1936. A Divisão de Estudos Pós-Graduados, atual Escola Pós-Graduada de Ciências Sociais – responsável pela formação da primeira geração de pesquisadores nas áreas da sociologia, política e administração pública no país – foi fundada em seguida, em 1941.

Hoje em dia, a Fundação que pós-graduou Luiz Carlos Trabuco mantém a Escola de Sociologia e Política, a Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação, a Faculdade de Administração e a Escola Pós-Graduada de Ciências Sociais.

 

Instagram: estudo diz que a rede social pode ser uma aliada à dieta

Muito se fala sobre o impacto negativo do Instagram na saúde mental das pessoas, no entanto ele pode ser também uma ferramenta positiva para que as pessoas mantenham um estilo de vida mais saudável. A rede social está sendo um ótimo meio de incentivo a dietas.

Pelo menos, é isso que comprova um estudo da Universidade de Washington, nos EUA, que diz que quando as pessoas compartilham suas refeições e prática de atividade física nas redes sociais, estimulam outras tantas a fazerem o mesmo, servindo como um desafio para alcançarem seus objetivos.

Na verdade, muitos usuários em vez de utilizarem o app como uma rede social, usam-no como um simples diário, postando suas refeições e seus exercícios diários. Dessa forma, por meio de hashtags, como #foodiary é possível que outros usuários encontrem tais publicações e comentem.

Durante o estudo foram entrevistadas 16 pessoas que utilizavam o aplicativo Instagram com o objetivo de usá-lo como uma forma de incentivar hábitos saudáveis. Descobriram, no entanto, que ele seria uma ótima ferramenta para quem tem o mesmo objetivo, compartilhar experiências e, por meio delas, terem o apoio social e emocional que queriam.

Benefícios

Chegaram a conclusão que é muito mais benéfico e vantajoso o registro visual, já que é possível visualizar a qualidade e a quantidade do cardápio. É bem mais fácil saber se há exageros por meio de fotos — quando é possível se perceber se há ou não excessos.

Utilidade dessa tática

De acordo com a nutricionista Angela Lemond, da Academia de Nutrição e Dietética, dos Estados Unidos, a comida pode ser de excelente qualidade, mas se houver excesso, a pessoa ganha peso. É difícil por meio de uma simples foto, ter-se a noção, sem a receita, o tamanho exato da porção — é necessário mais do que isso.

Só as fotos podem não levar a uma precisão, que muitas vezes uma dieta necessita. Entretanto, é possível atrelar às fotos hashtags, que podem levar a outros aplicativos que possuam dados nutricionais mais precisos.

Cinco cidades lindas e românticas da Alemanha para visitar acompanhado

 

Na Alemanha existem várias pequenas cidades e vilas incríveis, onde casas rústicas, ruas estreitas, canais, pontes e monumentos, vão fazer da sua viagem, um programa perfeito e extremamente romântico, seja de férias ou para aproveitar uma lua de mel. Alguns desses destinos são:

Hamburgo – Apesar de ser a segunda maior cidade alemã, ela possui tanto pontos calmos para se visitar como lagos, canais, igrejas, teatros, ruas cheias de cafés, restaurantes e bares, mas também uma vida noturna agitada. A cidade é atravessada pelo Rio Elba, e é chamada de pérola local, possuindo mais de duas mil pontes, ideais para uma bela foto.

Baden Baden, Baden-Württemberg – A conhecida  cervejaria brasileira  de Campos do Jordão, tem o seu nome devido à essa cidade alemã. Essa pequena cidade é tida como a principal entrada para a Floresta Negra, que é uma conhecida floresta que inspirou histórias infantis, e também um bolo com esse nome. Essa região foi totalmente conquistada pelos romanos, mas o que fez com que ela ficasse famosa entre os viajantes mundiais, foi que no século 18 com o seu grande desenvolvimento, várias construções maravilhosas foram feitas, dando um ar refinado à cidade.

Lehde, Brandenburg – Habitualmente chamada de Veneza alemã devido aos canais e pontes existentes na cidade, ela possui também barcos de madeira, que são parecidos com as gôndolas da cidade de Veneza. A cidade também tem várias árvores que dão um ar campestre a essa região, e casas bem cuidadas do século 19. Castelos e igrejas em estilo neoclássico, fazem parte das lindas atrações nessa cidade.

Heidelberg, Baden-Württemberg – Essa é uma cidade conhecida como uma das mais românticas da Alemanha. Ela fica no Vale do Rio Neckar, com um castelo esplêndido de mais de setecentos anos. Com praças, fontes, mansões, cafés e pequenas lojas, a cidade é um local ideal para namorar, descansar e aproveitar as lindas paisagens.

Colônia, Renânia – Uma das mais procuradas cidades por turistas na Alemanha, Colônia possui castelos medievais, museus e monumentos, que fazem parte das atrações dessa cidade. Ela apresenta também, cultura e romantismo para atrair os seus visitantes. A catedral Kölner, de estilo gótico, é considerada Patrimônio da Unesco desde 1996. A região também possui diversas vinícolas, que podem ser visitadas pelos turistas.

Chegam a 10 os municípios em alerta por causa do chikungunya

Resultado de imagem para Chegam a 10 os municípios em alerta por causa do chikungunya

O aumento dos casos de chikungunya no estado do Piauí é alarmante e os números tiveram uma alta de 103% de acordo com dados da Secretaria de Saúde. No estado, 10 municípios apresentam estado de risco, em alerta são 75 e 117 são considerados satisfatório nos números de casos registrados.

O Sul e Norte são as regiões mais críticas e entre elas estão a Parnaíba, Cajueiro da Praia, Luis Correia, São Raimundo Nonato, Oeiras Floriano e outras. “Levando em consideração que Cajeiro da Praia possui 7,5 mil habitantes, então, para a população é um número expressivo. Já consideramos uma alta incidência, sendo caracterizada uma epidemia. Assim como Luiz Correia, que registrou um acumulado no ano de 219 casos, levando em consideração que a cidade possui 30 mil habitantes, dá uma média de 15 a 20 casos por semana”, relata o técnico de Vigilância em Saúde da Sesapi, Inácio Lima. Nas regiões litorâneas do Piauí houve registros de 114 casos de janeiro a agosto de 2017.

A cidade de Floriano que possui em média 59 mil habitantes, foram registrados 219 casos, uma média de 3 por semana. Inácio explica que a relação dos casos de chikungunya principalmente com circulação intensa do vírus nessas regiões e ressalta sobre a diminuição dos casos de dengue. “Isso acontece devido à entrada recente deste último vírus no Piauí, que chegou ao estado há cerca de três anos. As pessoas já vinham adoecendo de dengue e, uma vez tido contato com o vírus, ele jamais vai se instalar nas pessoas de novo. Enquanto que a chikungunya, as pessoas estão vulneráveis e quem nunca adoeceu está exposto”, explica.

A Sesapi está monitorando os casos e promovendo ações de combate nos municípios que tiveram altos índices de registros da doença e algumas ações estão sendo realizadas, como os carros de fumaça e orientações por parte da prefeitura.

No segundo semestre de 2017 a quantidade de casos registrados está sendo uma novidade, já que os índices de chuvas são menores comparadas ao primeiro semestre “Essas doenças existem dentro de uma sazonalidade, que é o período que ocorre com mais intensidade. Quando termina o período chuvoso, a oferta de água reduz, mas, ainda assim, observamos que há casos de chikungunya que permanece persistente em alguns municípios do estado. Então, as pessoas precisam ficar atentas, independente do período ser de chuva ou seca”. alerta Inácio.