Empiricus se desculpa por caso Bettina

A Empiricus, para reforçar o posicionamento da marca, divulgou recentemente um vídeo em que Bettina Rudolph pede desculpas pela campanha em que afirmava ter ganho R$ 1 milhão em rendimentos. Na ocasião, a empresa também anuncia sua nova estrutura de compliance, em que vai verificar se os relatórios que formulam seguem as normas das entidades reguladoras.

Relembre o case

Bettina Rudolph ficou conhecida em março em uma campanha publicitária em que afirmou ter feito R$ 1 mil se transformar em R$ 1 milhão em pouco mais de três anos ouvindo somente os conselhos de onde investir pela newsletter da Empiricus.

O vídeo trouxe uma grande repercussão, muitas delas negativas em virtude do exagero. O Procon chegou a notificar a empresa e o Conar solicitou a suspensão do vídeo publicitário. Além disso, a CVM (Comissão de Valores Mobiliário) usou do episódio para apresentar orientações sobre o marketing dos analistas financeiros.

O novo vídeo

Na nova campanha, Bettina fala que errou ao não informar no primeiro vídeo que fez outros aportes durante os três anos para conseguir chegar ao montante de R$ 1 milhão e pede desculpas por seu relacionamento com o público ter começado da forma errado. Ela diz que o vídeo tinha como intuito apresentar um curso gratuito, sugerindo que quem estivesse o assistido poderia ter ganho dinheiro com as transações da bolsa. Logo em seguida, divulga novos produtos da Empiricus.

A empresa também reforça em todo o seu material de divulgação que os ganhos passados não são garantia de retornos em um futuro, uma das orientações básicas da CVM, entidade que a Empiricus se defendeu dizendo que o órgão não pode fiscalizar uma empresa de comunicação e não uma casa de análise, tendo em vista que ela atua no mercado editorial.

De acordo com o vídeo, a Empiricus “deu passos para o desenvolvimento da área de compliance se tornando uma referência no mercado brasileiro no setor editorial. Segundo a companhia, o compliance é responsável por assegurar que as leis, regras e regulamentações sejam cumpridas.

A produção ainda mostra uma mudança de atitude da companhia em relação à CVM, ao afirmar que “evoluímos nossos processos e nos aproximamos dos nossos reguladores”. Também adotamos modelos de operações como referência para que outros players.

Por fim, Betinna ressalta que a companhia possui atualmente 360 mil assinantes, 300 colaboradores e se encontra em um dos endereços mais valorizados da Avenida Faria Lima, um dos principais centros financeiros do estado de São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *